Aí não, rapaz!!! Chinês enfia termômetro em lugar errado; Olha no que deu!

303

Um homem de 25 anos, residente da cidade de Xangai na China, foi parar no hospital com sangue na urina e médicos tiveram que usar um extrator de cálculos para fazer a remoção de um termômetro.

O caso, que foi relatado no jornal científico Urology Case Reports, chocou toda a comunidade médica. O jovem chinês teve um termômetro dentro de sua bexiga por exatos 11 dias. Segundo explicações do jovem, o termômetro foi introduzido em sua uretra por ele mesmo, e esperava que o objeto fosse expelido de forma natural assim que fosse urinar.

- Anúncios -

Mas, o caso se tornou agravante, pois o objeto ao contrário do que ele pensava, não foi expelido e para piorar a situação foi parar em sua bexiga. Só depois de 11 dias o homem foi buscar ajuda médica, certamente por vergonha da besteira que acabou cometendo. Chegando ao pronto atendimento, o jovem continha sangue na urina e reclamava de fortes dores na parte inferior do abdômen.

Segundo os relatos médicos: Um termômetro foi encontrado na bexiga do jovem. A parte superior do termômetro, de vidro, se encontrava na parede posterior da bexiga e a outra ponta, na parte inferior, fazendo assim uma pressão.

- Anúncios -

A equipe médica utilizou de um procedimento chamado cistoscopia transuretral (endoscópio), para conseguir achar o termômetro. Um extrator de cálculos foi usado para remover o termômetro. Segundo o hospital, a remoção durou apenas 15 minutos e no pós, o homem precisou ficar com um cateter por três dias, mas se recuperou bem.

Veja mais artigos do nosso portal: